Defesa Vegetal

DEFESA VEGETAL

A Defesa Sanitária Vegetal resguarda a sanidade dos vegetais, por meio de ações de vigilância; fiscalização de trânsito vegetal; controle, prevenção e erradicação de pragas, e comércio e uso de insumos, que objetivam garantir à sanidade dos plantios em relação às pragas de importância econômica, bem como dos produtos, protegendo a economia de impactos prejudiciais, bem como assegurar produtos confiáveis à população.

 

  • Unidade de Sanidade vegetal

Responsável pela execução e controle dos programas de defesa vegetal:

  • Programa de Erradicação da Mosca-da-Carambola: são coordenadas oito rotas de combate e controle da mosca-da-carambola em oito municípios. As supervisões de acompanhamento das atividades das rotas são realizadas sistematicamente, visando manter o controle das operações.
  • Plano de Contingência da Monilíase do cacaueiro: programa que estabelece o Plano de contingência da praga quarentenária ausente Moniliophthora roreri, com medidas preventivas e emergenciais para a erradicação de focos e contenção da praga.
  • Serviços de desinfestação de máquinas agrícolas

Procedimento necessário:

√ Solicitação da fiscalização do serviço de desinfestação;

√ Pagamento da taxa;

√ Emissão do atestado de desinfestação da (s) máquina (s).

 

Julia Daniela Braga Pereira – Chefe da Unidade de Sanidade Vegetal

E-mail: usv.diagro@gmail.com

Fone: (96) 98403-4781

 

  • Unidade de Fiscalização Vegetal

Controle do uso de agrotóxicos, que envolve a fiscalização do comércio, da manipulação e do uso de agrotóxicos, além da fiscalização de depósitos, do uso de agrotóxicos em propriedades e do retorno de embalagens vazias. Realiza e acompanha o registro de estabelecimentos de revenda e de aplicação de agrotóxicos. Na fiscalização, preza-se pelo dever de resguardar a saúde dos consumidores e aplicadores, e minimizar os danos desses produtos ao meio ambiente.

  • Serviços de cadastro de estabelecimento de revenda de agrotóxicos

    Documentos necessários:

√ Requerimento dirigido ao Diretor da DIAGRO solicitando o cadastro;

√ Memorial descritivo;

√ Cópia do contrato social registrado e atualizado na Junta Comercial do estado do Amapá;

√ CNPJ, inscrição estadual e alvará de funcionamento;

√ Declaração firmada pelo profissional legalmente habilitado pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CREA-AP que preta serviço de assistência técnica a empresa (RT), renovado anualmente;

√ Comprovante de que é associado a posto de recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos.

O controle do trânsito de vegetais enfoca a fiscalização desse trânsito, com barreiras fitossanitárias portuárias nos municípios de Macapá e Santana. Mantém ainda, uma Barreira Fitossanitária no Aeroporto Internacional de Macapá – Alberto Alcolumbre. Essas fiscalizações são especialmente direcionadas para a fiscalização do trânsito interestadual de frutos hospedeiros da mosca-da-carambola, como controle de saída da praga para outros estados.

 

Ivênio Roque Hartmann Neto

Chefe da Unidade de FiscalizaçãoVegetal

E-mail: ufiv.diagro@gmail.com

Fone: (96) 98403-4781

 

  • Unidade de Desenvolvimento Fitossanitário

Supervisiona as ações de aviso e alerta fitossanitário; contribui na elaboração de programas fitossanitários; promove a difusão de tecnologias inerentes às pragas em ações conjuntas com a educação sanitária e atua na capacitação e aperfeiçoamento do quadro técnico operacional.

 

Gil Kleves Araújo Soares

Chefe da Unidade de Desenvolvimento Fitossanitário

E-mail: udfito.diagro@gmail.com



NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

DIAGRO - Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Estado do Amapá
Avenida José Tupinambá, 196 – Laguinho – Macapá/AP - CEP: 68908188 - (96) 8401-0736 - gabinete@diagro.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá